GUIA DO EDUCADOR PARA O DOCUMENTÁRIO CICLOVIDA

Ciências Sociais Aplicadas

ID 361-2020
Professores e pesquisadores universitários

4ª FEMIC Mais

Autores

Telma Fernanda Avelino Lara Eugênio, Glaucia Soares Barbosa, Marcelo Diniz Monteiro de Barros 

belo horizonte, MG

Universidade do Estado de Minas Gerais

FLIPBOOK do Trabalho

A partir do documentário Ciclovida, elaboramos um guia de atividades para educadores interessados em trabalhar, junto a jovens de Ensino Médio, as problemáticas ambientais e sociais da utilização de sementes geneticamente modificadas.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2087" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Este guia para professores foi elaborado durante a disciplina Seminários de Temas Contemporâneos: Educação Ambiental e Escola, do Mestrado em Educação e Formação Humana da UEMG, realizada no primeiro semestre de 2020, e tem como objetivo propor atividades complementares para o entendimento das problemáticas do agronegócio e das sementes geneticamente modificadas a partir da exibição do documentário Ciclovida (2011 – 76 minutos). O filme conta a história de Ivânia Cavalcante e Inácio do Nascimento, dois pequenos agricultores que, incomodados com as sementes transgênicas distribuídas pelo governo em sua região, decidem viajar para resgatar sementes naturais. De bicicleta, partem de suas casas, no assentamento Barra do Leme em Pentecoste – CE, e chegam até a Argentina, percorrendo um trajeto de mais de 10 mil quilômetros. O documentário registra o dia-a-dia da viagem, os encontros estabelecidos com atores de outras comunidades rurais da América Latina e as interações com a paisagem do campo sendo tomada pelas agroindústrias. A elaboração das atividades leva em conta a prática de uma educação ambiental crítica para um grupo de Ensino Médio, incentivando o protagonismo social. Foram elaboradas seis sugestões de atividades, uma delas é a elaboração de um diário pelos educandos para verificar a inserção dos produtos da agroindústria em suas rotinas de consumo e, posteriormente, eles são incentivados a discutirem a realidade em que estão inseridos para verificar de que maneira o grupo pode, inspirados por Inácio e Ivânia, se comprometer no engajamento para uma mudança. O plantio de sementes naturais é proposto, dessa forma, simbolizando o plantio também dessas primeiras ações rumo à transformação desejada. Espera-se que com esse guia educadores e educandos se aproximem das problemáticas sociais e ambientais causadas pela chamada Revolução Verde.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui