JORNALISMO AMBIENTAL PARA ALUNOS DA ESCOLA PÚBLICA: ORTOGRAFIA, CIÊNCIA E PRODUÇÃO AUDIOVISUAL

Ciências Exatas e da Terra

ID 440-2020
Profissionais diversos

4ª FEMIC Mais

Autores

David José Gonçalves Ramos

Serro, MG

Escola Estadual Professor Leopoldo Pereira

FLIPBOOK do Trabalho

Um projeto de desenvolvimento de conteúdos em língua portuguesa e interdisciplinaridade científica para alunos de escola pública do 8° ano do ensino fundamental até o ensino médio.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2085" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

O Projeto Político Pedagógico (PPP) descreveu como linhas de ação a partir de 2019 o desenvolvimento da ortografia dos alunos dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio. Também indicou como necessidade de desenvolvimento a relação do aluno com a tecnologia digital. Com a Pandemia de covid19 e a Educação Remota, buscamos desenvolver atividades que o aluno possa interagir cada vez melhor com seus professores através de atividades por aplicativos e páginas da internet. A necessidade real de preservação ambiental que a comunidade de alunos da Escola Leopoldo Pereira possui pelos biomas específicos em que vivem, historicidade das culturas e sociedades da região fizeram com que o gênero textual do Jornalismo Ambiental, associado ao conteúdo cientifico interdisciplinar da consciência ambiental e ecológica nos levassem a criar este projeto de oferecer aos alunos interessados mini-cursos a partir de vídeos postados no canal da escola no youtube, e avaliar a percepção pelo aplicativo SurveyHeart. A formação em Jornalismo Ambiental corresponde a uma série de competências da BNCC, como o estudo do próprio gênero jornalistico com sua estética determinada, quanto a interdisciplinaridade envolvida no entendimento do meio ambiente e das relações harmônicas que as sociedades humanas buscam estabelecer. Essa formação está em seu início, ele abrange a realização de duas linhas de ação do PPP, e aponta para a realização dessas linhas de ação através deste formato. O Regime Especial de Atividades não Presenciais (REANP) condiciona o distanciamento e leva a comunidade escolar a recorrer aos cursos através de video. A metodologia é a apresentação de videos curtos, em torno de 5 minutos, com informações básicas sobre o assunto, instigando o aluno a refletir na importância do tema, e uma avaliação através do SurveyHeart. As respostas não possuem caráter de pontuação, mas é uma atividade de registro e fixação das idéias centrais. Nossa intenção é prosseguir com os mini-cursos .

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui