REAPROVEITAMENTO DE LIXO ELETROELETRÔNICO

Engenharias

ID 388-2020
Universitários

4ª FEMIC Mais

Autores

Marciele Faria Santos, Marcos Alberto Saldanha, André Luiz de Oliveira Michetti, Aline Aparecida Saldanha, Jéssica Marcelle Corradi Diniz, Celso Gomes da Cunha e Leonardo Bearzotti Pompeu

DIVINÓPOLIS, MG

Universidade do Estado de Minas Gerais

FLIPBOOK do Trabalho

Reaproveitar componentes eletrônicos provenientes do lixo eletroeletrônico em atividades acadêmicas.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2118" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

O descarte de lixo eletroeletrônico é um dos grandes desafios encontrados atualmente pela humanidade. As novas tecnologias que surgem acarretam no aumento das compras de novos equipamentos e, consequentemente, no aumento do descarte de equipamentos obsoletos. No Brasil, em 2008, foram produzidas 149,2 mil toneladas de lixo eletroeletrônico. Outros impactos causados pelo aumento da produção de equipamentos eletroeletrônicos é a quantidade de recursos naturais utilizados durante o processo de fabricação e o descarte de resíduos de forma inadequada. Esse descarte pode causar danos em lençóis freáticos, na fauna e na flora. Esses fatos tornam evidente a necessidade da realização de pesquisas e projetos voltados para a gestão e o reaproveitamento do lixo eletroeletrônico. Diante desse cenário, o presente projeto tem por objetivo reaproveitar componentes eletrônicos provenientes do lixo eletroeletrônico em atividades acadêmicas. Foram recolhidos equipamentos eletroeletrônicos que seriam descartados por empresas ou indivíduos na região de Divinópolis. Em seguida, os componentes eletrônicos desses equipamentos foram retirados e testados. Os componentes com bom funcionamento foram separados para serem reutilizados em atividades acadêmicas como aulas práticas, projetos e trabalhos de conclusão de curso, enquanto os componentes defeituosos foram descartados de forma correta por uma empresa parceira, que é especializada nesse tipo de descarte. A realização do presente projeto proporcionou aos integrantes aprimorarem seus conhecimentos teóricos e práticos em eletrônica, bem como, a conscientização sobre meio ambiente. Também foi possível a obtenção de uma quantia significativa de componentes eletrônicos para as atividades acadêmicas, o que reduz os custos financeiros para a aquisição de novos materiais para essas atividades. Além disso, o projeto pode contribuir com a redução dos impactos ambientais e na saúde humana gerados pelo descarte incorreto do lixo eletroeletrônico.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui