ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A COVID-19 E POLUIÇÃO NO PERÍODO DE ISOLAMENTO: IMPACTO NAS MUDANÇAS AMBIENTAIS NO BRASIL

Ciências Biológicas

ID 251-2020
Anos Iniciais do Ensino Fundamental

4ª FEMIC Júnior

Autores

Pedro Augusto Alves Coelho Naves
Maria Eduarda Soares de Oliveira
Davi Leônidas Borges Vieira
Nicole Cristina Machado Borges (Orientadora)
Youry Souza Marques (Coorientador)

Santarém, PA

Colégio Dom Amando

FLIPBOOK do Trabalho

Não é difícil perceber que a pandemia da Covid-19 se disseminou e provocou muitas mudanças, mas para além dos infectados, mortes e vacina amplamente divulgados, pode-se pensar em efeitos no meio ambiente e das relações com os tipos de transporte.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1459" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

A pandemia provocada pelo COVID-19 mudou completamente a forma como nos relacionamos com o meio ambiente. A mudança de hábitos trouxe mudanças significativas para o meio ambiente. Dessa forma, queremos compreender a relação da poluição e os hábitos de uma amostra da população durante a pandemia. Inicialmente, foi realizado um levantamento das reportagens e artigos que retratavam a poluição durante a pandemia. Nas reuniões procuramos discutir os textos destacando os principais pontos considerando a poluição: quais os avanços e retrocessos da poluição; quais os motivos e consequências dessas mudanças e a análise dos dados de poluição, quando presentes. Até o presente momento os resultados mostram uma diminuição significativa na poluição mundial, principalmente, devido a diminuição das atividades de fábricas e a redução de carros em circulação. Entretanto, enfrentamos a maior seca no Norte e Centro-oeste dos últimos 47 anos. Segundos estudos realizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no mês de julho foram identificados mais de 6 mil focos de queimadas no país, sendo 11,4% ocorreu no Pantanal, 36,2% no Cerrado e 41,5 % na Amazônia. Segundo ambientalistas espera-se que esse número aumente, visto que novos recordes de desmates foram atribuídos à Amazônia. Acreditamos, também, que o sucateamento dos órgãos de fiscalização possa ter contribuídos para o aumento das queimadas na Amazônia e no Pantanal. Com os questionários percebemos que grande parte da população mudou seus hábitos de transporte durante a pandemia, porém a grande maioria não pretende manter essa mudança. Assim, concluímos com base em pesquisas iniciais que o isolamento social teve um pequeno impacto positivo sobre o meio ambiente. Entretanto, as queimadas impactaram negativamente nesses índices. Por fim, necessita-se de investimento na prevenção e combate a crimes ambientais.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

3 COMENTÁRIOS

  1. Link exchange is nothing else but it is simply placing the other person’s blog link on your page at proper place and
    other person will also do same for you. asmr 0mniartist

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui