APLICAÇÕES PEDAGÓGICAS DA TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS DE HOWARD GARDNER

Ciências Humanas

ID 69-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Ana Maria da Silva de Jesus
João Marcelo Ramos da Rocha (Orientador)

Candeias, Bahia

Centro de Educação Colibri

FLIPBOOK do Trabalho

Este trabalho propõe, baseado especialmente nas obras de Howard Gardner e Lev Vygotsky, e inspirado em ideias filosóficos existencialistas, o pensar em uma nova forma de ver a escola e a educação.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1497" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Vivemos em uma sociedade que, no contexto da educação, ainda não compreendeu a modernidade e o avanço das novas tecnologias e das relações de trabalho. A escola do século XXI continua amplamente conectada em estrutura e funcionalidade à escola do século XIX e a forma de ensinar/aprender do século XX. Nesta escola apenas as inteligências linguística e lógico-matemática são relevadas e aprimoradas. Os alunos se desestimulam, não se desenvolvem em sua plenitude e tem suas subjetividades não relevadas pelos educadores. Este trabalho propõe, baseado especialmente nas obras de Howard Gardner e Lev Vygotsky, e inspirado em ideias filosóficos existencialistas, o pensar em uma nova forma de ver a escola e a educação. Ele objetiva identificar as aplicações e estratégias pedagógicas que auxiliem na busca e potencialização das inteligências em alunos do Ensino Fundamental; compreender a proposta da Teoria das Inteligências Múltiplas de Howard Gardner; compreender a proposta de desenvolvimento da criança apresentada por Lev Vygotsky em sua Teoria Histórico-Crítica / Histórico-Cultural e relacioná-la a Teoria das Inteligências Múltiplas de Howard Gardner; e pesquisar, na literatura e em trabalho de campo, estratégias pedagógicas diretamente relacionadas ao proposto por Vygotsky e Gardner. O trabalho se propõe a ser de caráter exploratório e a trabalhar com dados qualitativos e quantitativos, coletados no campo e bibliograficamente. Ele se dará a partir da realização dos seguintes procedimentos metodológicos: uma ampla revisão teórica sobre as Teorias Histórico-Cultural de Lev Vygotsky e das Inteligências Múltiplas de Howard Gardner (bem como suas aplicações em sala de aula); a construção de um paralelo de aproximação entre as duas teorias; o estudo e busca – no universo teórico – de práticas pedagógicas que dialoguem com a proposta de Gardner; uma roda de conversa e debate entre os autores do trabalho (aluna e orientador), três professores da educação básica e dois gestores educacionais, com coleta de informações em diário e roteiro (constituído de perguntas e provocações) definido previamente pelos autores; e acompanhamento (sem interferência) de videoaulas gravadas por dois diferentes educadores do ensino infantil, por duas semanas, durante o regime de atividades curriculares remotas – em função da pandemia do novo coronavírus. Os materiais escolhidos para referenciar o trabalho, por sua vez, foram selecionados segundo os critérios da relevância do seu autor para o objeto de estudo desta pesquisa e da qualificação do meio em que foi publicado. Ao integrar a Teoria das Inteligências Múltiplas à realidade da sala de aula, as práticas pedagógicas desenvolvidas pelo educador estarão repletas de subjetividade e flexibilizadas ao particular de cada indivíduo; valorizarão abordagens democráticas e de estreitamento da relação professor-aluno no ambiente de ensino; e intensificarão o processo ensino aprendizagem.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui