COMPARAÇÃO DA GERMINAÇÃO DE ESPÉCIES DA FAMÍLIA ORCHIDACEAE EM DIFERENTES TIPOS DE MEIO DE CULTURA ALTERNATIVO E COMERCIAIS

Ciências Biológicas

ID 143-2020
Universitários

4ª FEMIC Mais

Autores

Emanoely Loeblein de Sousa, Dionéia Schauren e Suzana Stefanello

Palotina, PR

Universidade Federal do Paraná

FLIPBOOK do Trabalho

Neste trabalho comparou-se o meio de cultura MS com dois meios alternativos e de baixo custo a base de bokashi e NPK, também buscou-se avaliar a velocidade de germinação in vitro de 7 diferentes gêneros da familia Orchidaceae.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2155" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

A coleta predatória de orquídeas contribuiu significativamente para a redução de sua população e incluiu diversas espécies na Lista Nacional Oficial das Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção. Assim sendo estudos sobre a germinação de diferentes espécies fazem-se necessários, seja pelo interesse na preservação de espécies nativas em extinção, ou pelo interesse econômico. Desta forma neste trabalho comparou-se o meio de cultura MS com dois meios alternativos e de baixo custo a base de bokashi e NPK, também buscou-se avaliar a velocidade de germinação in vitro de 7 diferentes gêneros da familia Orchidaceae sendo esses: Dendrobium, Cattleya, Oncidium, Epidendrum, Sophronitis, Catasetum e Oeceoclades. No preparo do meio de cultura alternativo foram utilizados banana nanica, açúcar, carvão ativado, bokashi ou NPK 20-20-20 e Ágar. Todos os ingredientes exceto o Ágar foram processados. Para o preparo do meio comercial, foi aquecida a água e adicionamos os nutrientes MS. Para a inserção das sementes usou-se uma cuba de vidro. Os frascos foram abertos e as sementes colocadas dentro dos frascos, esses foram levados sala de cultivo, as avaliações foram feitas semanais. Apenas a orquídea Dendrobium nobile e a Oncidium longipes já apresentam germinação. Sendo que no meio de cultura contendo bokashi em sua composição foi o primeiro a apresentar a formação de calos, e até o momento apresenta a maior formação de plântulas, já o meio MS e o alternativo contendo N-P-K, apresentaram a formação de calos posteriormente ao com bokashi e as plântulas não se desenvolveram satisfatoriamente.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui