UMA ANÁLISE DO PERFIL DAS OBRAS PÚBLICAS INACABADAS

Ciências Sociais Aplicadas

ID 102-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Gustavo Carvalho Corrêa
Vitória Silva Perez
Kaemy dos Reis Moreira
Felipe Vitório Lucero (orientador)
Diego Bertolazi Faria (coorientador)

Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Colégio Oswaldo Tognini – FUNLEC

FLIPBOOK do Trabalho

Analise sobre o perfil das obras públicas, um recorte principal em Campo Grande MS. Popularmente usamos a expressão “Elefante branco” para nos referir a algo valioso ou que custou muito dinheiro.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1740" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Popularmente usamos a expressão “Elefante branco” para nos referir a algo valioso ou que custou muito dinheiro, mas que não possui utilidade ou importância prática. Em todo o mundo, possuímos algumas obras inacabadas, porém no Brasil esse número é assustador. Já imaginou a quantidade de obras públicas paralisadas ao redor do mundo. Muita coisa, não? Este trabalho buscou compreender primeiramente quais são os motivos para esse fato acontecer, encontrando como o maior deles a falta de recursos, acompanhado de um planejamento geralmente falho, o que aumenta consideravelmente o custo de uma obra, dificultando seu término. Este artigo pretendeu averiguar se existe algo mais do que simplesmente falta de planejamento ou má-fé nesses contratos. Para isso foi utilizada a metodologia de pesquisa explicativa, pois visa esclarecer quais fatores podem contribuir para o abandono e perca de recursos, também uma pesquisa qualitativa, uma vez que busca por meio de revisão bibliográfica e dados secundários obtidos na internet. A quantidade de obras abandonadas é preocupante, passando de 2 mil. Sendo assim, precisamos encontrar soluções para o problema que traz tanto prejuízo à sociedade, uma vez que abrange a má utilização do dinheiro público, que deveria ser empregado em benefícios reais à população. Em seguida, procuramos investigar por que esse número é tão elevado, identificando, dentre suas causas, a falta de continuidade entre os governantes que assumem mandato e não finalizam as obras iniciadas no governo anterior.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns galerinha linda do 7 ano e ao professor Felipe e Diego. 👏👏👏💯🥰

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui