LIMA-DA-PÉRSIA COMO SOLUÇÃO ALTERNATIVA E NATURAL PARA A DESINFECÇÃO DA ÁGUA

Ciências Biológicas

ID 113-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Taina Larissa Pires Nascimento
Julya Pires da Silva
Ana Paula da Rocha (Orientadora)

Cidade, MGLivramento de Nossa Sra, Bahia

Colégio Estadual João Vilas Boas

FLIPBOOK do Trabalho

Projeto desenvolvido na área de ciências biológicas tratando de uma proposta alternativa para a desinfecção da água com a utilização da Lima-da-Pérsia, em substituição ao cloro.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1708" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

É indiscutível que a água é um elemento indispensável para manutenção da vida na Terra. Consumi-la em má qualidade causam implicações na saúde e afetam, também, a dignidade humana. Cientes da importância em assegurar uma água própria ao consumo e livre de contaminações, tornando-a acessível à maioria da população, especialmente, à de baixa renda – classe mais afetada com doenças por veiculação hídrica – nesta pesquisa buscamos desenvolver um método alternativo e eficaz, capaz de tratar a água obedecendo aos parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde no combate aos microrganismos nocivos à saúde quando presentes nesse recurso. Esta pesquisa, portanto, objetiva propor uma estratégia que substitua parcialmente ou incremente as propostas convencionais de desinfecção (cloro, ozônio, ultravioleta e SODIS). Esperando contribuir, assim, para diminuir custos econômicos, ambientais e de salubridade. Investigamos, então, a capacidade da Lima-da-Pérsia (Citrus limettioides), fruta cítrica de baixa acidez, conhecida popularmente como lima doce, na eliminação ou redução significativa dessas bactérias. Essa lima, devido à rica presença de psoralenos (substâncias fotossensibilizantes) aumenta a sensibilidade solar dos elementos com os quais entra em contato. Tais características são válidas, também, para as bactérias presentes na água contaminada ao uni-las ao SODIS, que é um método de desinfecção hídrica que utiliza a luz solar. Popularizando essa capacidade desse cítrico, desconhecida pela maioria das autoridades, técnicos e população em geral, constatamos ser possível assegurar um tratamento mais econômico, seguro e sustentável da água, em consonância com a vida e o meio ambiente.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui