ESTUDANDO OS EFEITOS DOS AGROTÓXICOS

Ciências Biológicas

ID 174-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Maria Eduarda Roja Lang
Vinícius Vargas de Castro (Orientador)
Greice Conrad Rodriguez Sedrez (Coorientadora)

Pelotas, Rio Grande do Sul

Colégio São José

FLIPBOOK do Trabalho

A partir do estudo a respeito dos agrotóxicos, busca-se uma melhor compreensão a respeito dos seus malefícios e com isso, busca-se obter respaldo através da criação de políticas públicas em âmbito federal, estadual e municipal.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1756" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Atualmente, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Diversos estudos comprovam os malefícios para a saúde humana e ambiental da exposição aos agrotóxicos. A utilização em massa de agrotóxicos na agricultura se inicia na década de 1950, nos Estados Unidos, com a chamada ‘Revolução Verde’, que teria o intuito de modernizar a agricultura e aumentar sua produtividade. No Brasil, esse movimento chega na década de 1960 e, com a implantação do Programa Nacional de Defensivos Agrícolas (PNDA), ganha impulso na década de 1970. O programa vinculava a utilização dessas substâncias à concessão de créditos agrícolas, sendo o Estado um dos principais incentivadores dessa prática. Os agrotóxicos, defensivos agrícolas, pesticidas ou agroquímicos, são substâncias químicas sintéticas utilizadas para matar pragas, insetos, bactérias, fungos e outras plantas. O uso desses produtos na agricultura se torna muito importante visto que impedem danos nas plantações. Porém, é importante destacar que eles são tóxicos e venenosos. Os agrotóxicos foram desenvolvidos em meados do século XIX pelo químico austríaco Othmar Zeidler (1850-1911). No entanto, suas propriedades pesticidas foram descobertas somente no século XX, em 1939. Neste trabalho a aluna irá desenvolver uma pesquisa a respeito do que são os agrotóxicos, como são utilizados, em que quantidades, quais são permitidos, quais não, o que causam nos alimentos e que alimentos são mais afetados. A principal vantagem do uso desses produtos é o controle de doenças e pragas. Dessa forma, o resultado apresentado é a colaboração com o aumento da produtividade dos produtos cultivados. Em relação as desvantagens, os agrotóxicos causam o desequilíbrio ambiental e ainda, o desenvolvimento de diversas doenças. Entendemos também que no Brasil as quantidades de agrotóxicos utilizados são bastante altos. Essa realidade nos coloca, desde 2008, na posição de maior mercado mundial de agrotóxicos.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui