CULTIVO DE LAMBARI E O USO DE SEU EFLUENTE NA FERTIRRIGAÇÃO DE HOLERICOLAS FOLHOSAS

Ciências Agrárias

ID 257-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Flávia Caroline Troller
Isabelle Wunsch dos Reis
Dionéia Schauren (Orientadora)

Toledo, Paraná

Colégio Estadual Jardim Porto Alegre

FLIPBOOK do Trabalho

Nosso projeto e aquaponia, é a junção de hidroponia com aquicultura, hirdroponia e quando cultivamos as plantas na água, e aquicultura e a produção de peixes.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1747" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

A concepção de sistemas integrados hidroponia-aquicultura também conhecido como aquaponia tem sido sucessivamente redefinida para acomodar uma gama de modelos e sistemas aplicativos. Em vários países, a integração hidroponia-aquicultura vem-se desenvolvendo plenamente há vários anos e com muitos modelos. No Brasil, esses sistemas integrados de produção são recentes, necessitando de pesquisas para definição da melhor forma de exploração. O objetivo do trabalho é avaliar por meio do aproveitamento da água de piscicultura na fertirrigação de culturas agrícolas avaliando a variação da quantidade de lambari no desenvolvimento de olerícolas folhosas. Nos escolhemos o lambari, por que e uma espécie que demora de três a quatro meses para se desenvolver, já espécies como a tilapia demora entre oito meses ou mais, então nos podemos ter mais ciclos durante ao ano. A aquaponia e um sistema de recirculação fechada que utiliza pouca água e aproveita o nutriente do sistema de forma eficiente. Com o sistema podemos reduzir em 95% o consumo de água na produção de peixes, é em 80% o uso de agrotóxicos nas hortaliças, assim podendo ser uma alternativa pro brasil. O trabalho foi desenvolvido no Colégio Estadual Jardim Porto Alegre no município de Toledo –PR. No experimento o fator avaliado foi o efeito da quantidade de peixes por caixas d’água no desenvolvimento de agrião e alface. A utilização de lambari no cultivo aquapônico de folhosas pode ser uma estratégia sustentável, capaz de gerar produtos de origem animal e vegetal de alta qualidade sem o uso de agrotóxicos. Para o cultivo de agrião e alface utilizou-se 50, 75 e 100 peixes em cada caixa de água. Após fazer os testes estáticos com o agrião e alface, concluímos que a melhor quantidade de peixes, seria 75 ou 100 peixes.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui