AGROATÓXICOS - UMA ALTERNATIVA DE UM AGROTÓXICO NÃO NOCIVO A FAUNA

Ciências Agrárias

ID 279-2020
Anos Finais do Ensino Fundamental

4ª FEMIC Jovem

Autores

Letícia Tito de Oliveira Silva, Giovana Pantarotto Gargano, Clarissa Scolatici Basso (Orientadora)

Jundiaí, SP

Colégio Degraus

FLIPBOOK do Trabalho

O presente estudo objetivo identificar compostos que possam ser utilizados com agrotóxicos sem prejudicar o meio ambiente.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2065" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Agrotóxicos são produtos químicos sintéticos usados para matar insetos, larvas, fungos, carrapatos sob a justificativa de controlar as doenças provocadas por esses vetores e de regular o crescimento da vegetação, tanto no ambiente rural quanto urbano. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) são registradas 20 mil mortes por ano devido o consumo de agrotóxicos. O Brasil vem sendo o país com maior consumo destes produtos desde 2008. Além dos pássaros, segundo especialistas, qualquer ser vivo está sujeito a sofrer esses efeitos tóxicos, incluindo insetos, répteis, anfíbios, mamíferos, peixes, demais organismos aquáticos e espécies vegetais. Quando os agrotóxicos causam o enfraquecimento ou a morte de animais polinizadores, as colheitas são menos fartas. Por outro lado, se eles forem retirados das lavouras, as pragas são capazes de destruir safras inteiras. Por isso, não é o fim completo do uso de agrotóxicos que a maioria dos biólogos e grupos ambientais defende, mas sim um uso mais responsável desses produtos e a adoção de formas de controle que não agridam o meio ambiente, como o manejo integrado de pragas, sempre que possível. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar compostos alternativos para o agrotóxico por meio de revisão de literatura .Foi realizada uma revisão de literatura com as seguintes palavras chaves: Alface, pragas e insetos. O resultado retornou cerca de 5.680 referências. Foram selecionados cinco artigos. As pragas mais citadas foram: Legartas, Lesma e pulgão. Foi realizada outra revisão de literatura na qual as palavras chaves foram: Repelentes, insetos e alface. O resultado retornou cerca de 10.100 referências. Foram selecionados e discutidos compostos que tem potencial para prevenir o ataque de pragas à plantações sem prejudicar o meio ambiente como a lavanda. Desse modo, podemos concluir que existem alternativas naturais menos tóxicas ao meio ambiente para a substituição dos agrotóxicos atuais.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui