IAE - IRRIGAÇÃO AUTÔNOMA E EFICAZ

Ciências Exatas e da Terra

ID 215-2020
Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Davi Ventura Cardoso Perdigão, Bruna Lacerda Pardini, Alessandra Soares, Eliane dos Santos Ferreira (Orientadora)

Divinópolis, MG

Escola Estadual Ilídio da Costa Pereira

FLIPBOOK do Trabalho

O projeto IAE – Irrigação Autônoma e Eficaz visa contribuir com os agricultores proporcionando o menor gasto de água nas plantações em geral, uma maior qualidade nos produtos, além de levar a praticidade para eles no campo.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2023" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Um dos debates ambientais da atualidade agropecuária é sobre a utilização da água na irrigação de lavouras e suas consequências pelo uso desordenado. Pensando nesta questão ambiental abordada e discutida, o projeto IAE (Irrigação Autônoma e Eficaz) tende a apresentar uma proposta eficaz de amenizar os gastos com a água em uma plantação, o tempo que se exige para a colheita e a dificuldade do agricultor em manter o solo umedecido mesmo longe, afim de diminuir a quantidade de água gasta e facilitar o trabalho do mesmo na parte de estudo da plantação. Inicialmente, após definir o conceito de solo seco e estudar o mesmo, medindo a tensão e outros fatores influentes, elaborou-se o sistema de irrigação com mangueira bem fina e uma bifurcação para dividir a mangueira em duas partes, com o intuito da água se espalhar por mais áreas ligado ao sistema através de uma programação. O método de irrigação adotado foi o gotejamento, que é a forma mais eficiente de fornecer água e nutrientes as plantas porque entrega as quantidades ideais de acordo com as fases do seu cultivo, no momento certo e diretamente na raiz da planta. A automação conta-se com uma programação elaborada através de dados coletados nos estudos do solo, introduzida à um micro controlador de prototipagem, que é sustentado através de energia fotovoltaica (energia produzida a partir da luz solar). Com o protótipo armazenado em um recipiente de acrílico, pretende-se causar o efeito de uma estufa para manter as melhores condições para o desenvolvimento do cultivo. Essa tecnologia é adequada para todos os cultivos e produtores, independente do tamanho de sua propriedade. Concluiu-se que o trabalho “Irrigação Autônoma e Eficaz – IAE” apresenta um importante viés socioeconômico, ofertando ao agricultor, um melhor manejo na produção, principalmente quando se trata da eficiência das etapas do sistema de plantio, aliado às inovações das novas tecnologias.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui