AGROCONHECIMENTO: CONSCIENTIZAÇÃO, PRÁTICAS E DESENVOLVIMENTO DE BIOFERTILIZANTES CASEIROS PARA A DIMINUIÇÃO DO CONSUMO DE AGROTÓXICOS.

Ciências Humanas

ID 225-2020
Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Hiago de Oliveira Lacerda, Letícia De Oliveira Lacerda, Luana Peixoto Borges, Raquel Helena Alves Campos (Orientadora)

Santo Antônio do Amparo, MG

Escola Estadual Newton Ferreira de Paiva

FLIPBOOK do Trabalho

O AGROCONHECIMENTO visa conscientizar a população sobre o uso dos agrotóxicos, utilizando ferramentas como o compartilhamento de informações em uma linguagem simples e fácil compreensão, ensino lúdico e desenvolvimento de biofertilizantes caseiros.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2032" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

Os agrotóxicos são produtos químicos largamente utilizados no setor de produção agrícola, garantindo a produtividade das lavouras, evitando doenças e possíveis pragas. São também conhecidos como pesticidas ou defensivos agrícolas. A necessidade de seu uso foi estimulada pelos seres humanos, a partir do momento em que observaram os benefícios que sua aplicação traz para a prontidão, tamanho e quantidade dos produtos cultivados. Os defensivos agrícolas mais comuns são: inseticidas, herbicidas, fumegantes e fungicidas, etc. Em consequência das diversidades culturais, sociais, econômicas e, principalmente, do constante aumento populacional, o número de consumidores também aumentou, o que fez o setor do agronegócio ver-se na necessidade de intensificar o uso de defensivos agrícolas em locais de produção (florestas nativas, ambientes hídricos e urbanos, lavouras e pastagens). Agrotóxicos utilizados e ingeridos em excesso podem causar graves danos à saúde e ao meio ambiente. Com esse intuito desenvolveram-se palestras, rodas de conversas, jogos de tabuleiro, uma cartilha informativa e biofertilizantes caseiros; surgiu o AgroConhecimento, que une a informação com atividades práticas para a conscientização de uma alimentação mais saudável e segura. Com a parte social bem sucedida do AgroConhecimento houve um grande interesse em criar biofertilizantes líquidos fáceis de se fazer e com ótimo custo-benefício, criados a partir da folha da mamona, da borra de café e casca de ovos; produtos esses que podem facilitar a aplicação e diminuir a contaminação alimentar e ambiental.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui