HYPERLOOP AURORA: O TRANSPORTE DO AMANHÃ, HOJE

Ciências Exatas e da Terra

ID 399-2020
Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Gabriel Souza da Paz, Tiago Azevedo Braga (Orientador), Suzane da Rosa Ribeiro (Coorientador)

Pelotas, RS

Escola Santa Mônica - Unidade Centro

FLIPBOOK do Trabalho

O Aurora é um modal de transporte inovador, que empregando métodos pneumáticos promete viagens baratas, autônomas, seguras, rápidas e, principalmente, com zero emissão de poluentes. É o transporte do amanhã sendo viável hoje!

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="2029" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

A humanidade está se aproximando de um ponto irreversível no que tange mudanças climáticas, sendo o setor de transportes o principal responsável por isso. Atitudes são cobradas, é necessária uma alternativa de um modal, que não baseado em petróleo. Esse novo modal pode ser o Hyperloop, um projeto futurista criado por Elon Musk, inspirado no Vactrain de Robert Goddard, pensado para solucionar boa parte dos problemas que temos com os 4 meios de transporte atuais, no entanto, é tecnologicamente muito avançado e caro para hoje. O Hyperloop é composto, basicamente, por um tubo elevado do solo, parcialmente despressurizado, equipado com sistemas de indução eletromagnética – similar aos de canhão eletromagnéticos ‘railgun’ – para a propulsão; e uma cápsula, responsável pelo transporte efetivo, que flutuaria com um sistema MagLev. Usando esses complexos sistemas magnéticos usados para levitação e propulsão, o hyperloop torna-se um sistema de difícil instalação e de implementação/manutenção caros. Baseando-se conceitualmente nele, este trabalho tem por objetivo de, através de técnicas diferentes, tornar esta tecnologia mais acessível e barata com a tecnologia do presente. Valendo-se de mecanismos dos hovercrafts, e de tuneis de vento, surgiu o Hyperloop Aurora, com técnicas de levitação e propulsão consideravelmente mais baratas e viáveis que aquelas usadas no Hyperloop tradicional, porém mantendo todas as principais características do original. E em torno deste modelo, elaborou-se toda a conjuntura desse novo sistema de transporte. Usando como base informações de sistemas existentes, muito similares aos aqui apresentados, junto a um modelo matemático desenvolvido, estima que o Aurora aqui proposto atingiria velocidades superiores a 334km/h, ou seja, desenvolve uma velocidade de transporte totalmente aceitável para hoje sem emitir uma molécula sequer de carbono. Isso de forma totalmente segura e com zero emissão de carbono.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui