VITAN-B: DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE UMA BARRA DE CEREAL RICA EM VITAMINAS DO COMPLEXO B PARA SUPRIR AS NECESSIDADES VEGANAS

Ciências da Saúde

ID 516-2020
Ensino Médio/Técnico

4ª FEMIC Jovem

Autores

Letícia Rodrigues da Silva, Mayara da Silva Karnopp, Ronaldy de Oliveira Braga, Eduarda Borba Fehlberg (orientadora), Rayza Echeverria (coorientadora)

Sapucaia do Sul, RS

Escola SESI de Ensino Médio Arthur Aluízio Daudt

FLIPBOOK do Trabalho

Nosso projeto tem como objetivo inserir no mercado um produto natural que possa fazer parte dos hábitos alimentares de pessoas veganas e vegetarianas, no formato de uma barra de cereal rica em vitaminas do complexo B.

[3d-flip-book mode="fullscreen" id="1962" ][/3d-flip-book]

REsumo Científico

A vitamina B12 é um nutriente praticamente inexistente em alimentos de origem vegetal, e é essencial para o desenvolvimento das hemácias do sangue, na manutenção dos nervos e na função cerebral. Tanto ela como também outras vitaminas do complexo B têm grande influência no organismo humano e a deficiência dessas vitaminas geralmente resultam em anemia, funções do cérebro prejudicadas, sintomas de distúrbios mentais, tonturas, náuseas, dentre outros. Existem vários motivos pelo qual o número de veganos e vegetarianos aumentou, mas um deles é o impacto ambiental que a produção de carne gera e, ainda, os maus tratos de animais. Sabendo que veganos e vegetarianos têm uma dieta restrita a alimentos de origem vegetal, como podemos proporcionar alimentos ricos em vitaminas do complexo B, diminuindo o risco de deficiência e sem interromper seus estilos de vida? O objetivo deste projeto é elaborar uma barra de cereal como uma alternativa alimentar rica em vitaminas do complexo B para pessoas com déficit destes nutrientes, em especial os consumidores veganos e vegetarianos. Para cumprir este objetivo foram elaboradas duas receitas de barras nutritivas ricas em vitaminas do complexo B. Como forma de análise, o público alvo foi analisado, profissionais da nutrição foram entrevistadas, teste sensorial foi realizado e análise de custos levantada. Com os primeiros testes, foi possível identificar uma boa aceitação com os produtos, atendendo as expectativas do consumidor e com custos inferiores aos produtos encontrados no mercado. Ainda, a barra de cereal tipo 01 foi a mais aceita pelos voluntários. Espera-se, após o isolamento social, realizar análises específicas para identificar as quantidades dos nutrientes de cada produto, para a posterior realização da tabela nutricional.

Para qualquer dúvida, envie um email para os autores

É proibida a reprodução, a distribuição, a transmissão, a exibição, a publicação ou a divulgação, total ou parcial, sem prévia e expressa autorização dos autores e a FEMIC – Feira Mineira de Iniciação Científica.


Coordenação geral: Fernanda Aires Guedes Ferreira
Vice Coordenação: Larissa Amaral Diniz Tomaz
contato@femic.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui